Cinefilia de Fevereiro/2016


Hey, gente! Como vocês estão?

Um mês sem postagem. Não pensei que fosse demorar tanto para eu voltar. Estava precisando tirar umas férias de tudo isso, desse monte de coisas e pensar um pouco em mim, no que eu quero fazer, nos meus objetivos - para a vida pessoal e para o blog, o vlog, tudo. Bem, podemos dizer que não foi um mês desperdiçado, apesar de eu ainda estar me encontrando, e até acabei concluindo que nós estamos mudando a cada segundo, de todas as maneiras possíveis, e que nós nunca nos conheceremos inteiramente, porque um dia você acha que batom marrom é coisa de gente velha e no dia seguinte você está querendo comprar um; porque um dia você diz que Mad Max: Estrada da Fúria parece não ter história nenhuma e no dia seguinte você ama tanto que quer chorar. E mudanças acontecem. É por isso que eu estou preparando uma mudança até que bem mudada dessa vez para o Hey Karol, e isso inclui diversas coisas, inclusive a volta das resenhas de filmes - Deus, obrigada - e mais um monte de novidades também para as redes sociais. As postagens que eu normalmente faço continuarão sendo feitas, então o que teremos aqui é mais uma expansão, e eu estou adorando isso.

Enfim, chega de falar disso e vamos falar de algo muito, muito bom. Filmes. Oh, filmes amados, não me abandonem nunca, por favor! Em fevereiro, tivemos e ainda teremos estreias fantásticas, e alguns desses filmes até foram indicados ao Oscar, evento que ocorrerá na semana que vem e que finalmente dará o prêmio mais importante do cinema na categoria Melhor Ator para Leonardo DiCaprio, por O Regresso, e que assim seja. Temos também o tão aguardado Deadpool, que está dando o que falar, e vários, vários outros. Confira a lista abaixo e não perca nenhum lançamento do mês! - lembrando que alguns podem ter a estreia adiada, como sempre acontece no mundo do cinema.

Cinefilia é o gosto pelo cinema e o interesse demonstrado por tudo aquilo que se relaciona com a sétima arte.


     
     
     
     
    
 


Os lançamentos desse mês que quero ver são A Escolha, O Regresso, A Garota Dinamarquesa, Brooklyn, Deadpool, Horas Decisivas, O Quarto de Jack, Como Ser Solteira, Deuses do Egito, Orgulho e Preconceito e Zumbis e Presságios de um Crime. Ainda não sei se quero assistir a Nossa Irmã Mais Nova, então veremos. E com orgulho posso dizer que, dessa listinha, já vi três filmes. Isso, minha gente, é um recorde.

E o trailer do mês é o do filme Como Ser Solteira, estrelado pela Dakota Johnson, de Cinquenta Tons de Cinza, e Rabel Wilson, de A Escolha Perfeita. O filme, baseado no livro de mesmo nome, fala sobre a necessidade de aprender a ser solteiro em um mundo cheio de constantes evoluções sobre a definição do amor, sobre corações solitários que buscam o par ideal, e tudo de uma maneira bastante divertida. Até porque temos Rabel Wilson, não tem como não ser divertido.



Como Ser Solteira é do diretor Christian Ditter, o mesmo que adaptou Simplesmente Acontece, então sugiro que vocês não leiam o livro antes de assistir ao filme, porque assim vocês poderão tirar o melhor dos dois - digo isso apenas baseada com a minha experiência com Simplesmente Acontece, porque não ficou tão parecido com livro, mudaram coisa demais, porém sempre há a possibilidade de isso não ter acontecido com esse filme, certo? Certo. O longa estadunidense tem cerca de 110 minutos e será lançado dia 25, nesta quinta-feira.

A distribuidora Paris Filmes lançou um jogo super legal do filme Deuses do Egito, para celulares Android e iOS. Saiba mais clicando aqui.

E então, o que acharam da postagem? Estou bastante animada com essa volta após um mês, e é ótimo poder voltar ainda a tempo da Cinefilia do Mês, que é uma das minhas colunas preferidas. Estou bastante ansiosa para diversos filmes da lista, como vocês viram, mas para quais filmes vocês estão ansiosos? Deixem seus comentários, eu ficarei muito feliz por ter ansiedade compartilhada.
Beijinhos e até mais!

Karoline Melo

2 comentários:

  1. Oi, Karol, tudo bem? :)

    Tava com saudade dessa sua coluna aqui, apesar de eu não estar assistindo tantos filmes quanto eu gostaria (estou mais lendo hehe). Os filmes que gostaria de ver, dessa lista, são Tangerine (já vi em outra lista, mas sobre filmes com temática Trans), Brooklyn (amo tanto a Saoirse, apesar de o enredo ser muito problemático), Ela volta na quinta (velhinhos, amo velhinhos! <3) e Tudo vai ficar bem (parece ser LGBT, então quero). Como ser solteira não me interessa muito, porque tô bem afastada desse tipo de gênero, não consigo mais ver graça. Espero conferir alguns, pelo menos hehe. Minhas férias acabam semana que ve, então, vai ser difícil </3

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nina! Estou ótima, obrigada ♥
      Ah, eu também estava morrendo de saudades de fazer essa postagem, hahahah. É estranho ficar afastada por um tempo depois que se começa um blog, né? Eu estava afim de ver Tangerine por causa dos comentários, mas aquela sinopse de duas linhas que não fala nada com nada me desanimou. Ainda assim, quem sabe? Eu já vi Brooklyn e, apesar de algumas coisinhas, considerando a época e tudo o mais, não achei o enredo problemático, mas talvez alguma coisa tenha passado sem que eu percebesse; bem, não sei, eu gostei bastante! Saoirse é amor demais! Ela volta na quinta me pareceu interessante, mas não é exatamente o gênero que eu estou assistindo ultimamente; não descarto a possibilidade de ver algum dia. Aliás, se você vir algum desses, me conta o que achou! Quem sabe me anima?! E Tudo vai ficar bem é LGBT, sim, mas eu fui ver os comentários e não estão lá muito positivos - isso para ser otimista. Eu não consigo mais ver graça em alguns filmes de comédia, também, o que me faz parecer sem graça, hahahha, contudo estou bastante ansiosa para Como Ser Solteira. Adoro a Rabel e, por ser um filme de comédia romântica baseado num livro, já me interessa. E, ah, eu queria estar lendo mais, só que os filmes estão com boa parte da minha atenção nessas últimas semanas. O nome disse é aquecimento para o Oscar ;) E, ai, férias, que saudades. Não consigo sentir nem o sabor mais. Aproveita bem esses últimos dias, Nina!
      Beijinhos.

      Excluir