[Filme] O Show de Truman


Lançamento: 30 de outubro de 1998
Diretor (a): Peter Weir
Gênero: Drama, Crítica Social, Reality Show,
Ficção Científica
Nacionalidade: EUA
Classificação: 12 anos

Pacato vendedor de seguros (Jim Carrey) tem sua vida virada de cabeça para baixo quando descobre que é o astro, desde que nasceu, de um show de televisão dedicado a acompanhar todos os passos de sua existência.


Truman é um homem de trinta anos que tem uma vida normal, como qualquer outra. Pelo menos é isso o que ele pensa. Desde que nasceu ele é filmado e televisionado vinte e quatro horas por dia. Sua vida é uma farsa. Todos os passos das pessoas ao seu redor são minimamente calculados para ele não descobrir que, na realidade, sua vida é um show de TV e todos são atores. Ele é o astro do show.


Com o passar do tempo, Truman vai percebendo que nada é como deseja e tudo parece estranho demais. Sua esposa fica falando sobre produtos como se fosse uma garota que faz comercial de TV; onde ele mora, todos sabem seu nome; sempre que ele quer sair da cidade, algo dá errado. Dessa forma ele vai desvendando os mistérios por trás do que é aquilo e descobrindo seu verdadeiro eu.
Assim como o Mito da Caverna, escrito por Platão, o filme mostra que as pessoas vêem a realidade que elas querem enxergar. Enquanto acorrentados, os prisioneiros tentam desvendar o que há através da caverna e, quando um sai e conta a realidade para os outros, eles não querem acreditar. "Nós aceitamos a realidade do mundo com a qual somos confrontados." Truman é um prisioneiro da caverna que almeja ser libertado. (É uma metáfora.)
Se eu contar mais alguma coisa, é capaz de eu não terminar essa resenha nunca, pois eu simplesmente amo o filme. Não gosto muito do Jim Carrey - nem me pergunte o porquê, eu ainda não descobri - e, por isso, não queria assistir ao filme; pensei que seria idiota. No fim, descobri que é a coisa mais sensata do mundo. Todos deveriam assistir a "O Show de Truman", pelo menos uma vez na vida, com um olhar crítico. Recomento muito e espero que se apaixonem - ou tenham se apaixonado por esse longa - assim como eu.
P.S. Minha resenha está meio filosófica/sociológica porque fiz um trabalho a respeito disso; acho bem interessante colocar meus conhecimentos na resenha de uma arte que contém crítica social.

Trailer



Assistir Online

Para quem não tem Netflix e também não quer gastar R$ 3,90 para assistir no Youtube, você pode ver em um outro site clicando aqui.

Batalha de Capas







Espero que tenham gostado! Deixe seu comentário.

Karoline Melo

12 comentários:

  1. Eu adorei, amo filmes com o Jim Carrey e ele fazendo um papel que não seja cômico me chama muito a atenção.Vou pedir ao maridão para providenciar o filme e vou assistir.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista mesmo, Simeia! É ótimo. Não posso falar no geral, mas de todos os filmes do Jim que eu já assisti - e não são poucos -, esse é o melhor. Ele deveria fazer mais papéis como esse.
      Beijos.

      Excluir
  2. Bela postagem, espero q agrade aos leitores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada <3 Também espero.
      Beijos.

      Excluir
  3. Já baixei! Verei assim que tiver um tempo! Parabéns pela resenha e pela dica.

    http://inverso-mente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Alexandre! Espero que goste ^^
      Beijos.

      Excluir
  4. Oi. Eu adoro os filmes com o Jim, mas ainda não sabia da existência desse ;s Estou totalmente por fora mesmo hahaha
    Tenho que assistir o quanto antes.
    Beijos,
    entreeleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica!
      Que bom que gosta dos filmes com o Jim. Creio que você gostará ainda mais dele após assistir a esse :)
      Beijos.

      Excluir
  5. Ahhhh, ainda não vi esse filme, mas sei que por ser com o Jim irei gostar. Preciso assistir esse em breve.

    Beijos,
    Juan Silva - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom saber que você gosta de Jim. Creio que adorará esse filme!!
      Beijos.

      Excluir
  6. Oi Karol *-*'
    Ahhhh esse filme <3
    Eu adoro o Show de Truman e adorei a sua visão filosófica sobre o filme, realmente muito coerente. Eu vejo até mais do que isso no filme, é também uma crítica social ao modo como nossa sociedade conduz suas vidas. Estamos sempre sendo observados e controlados pelos outros, afinal cada atitude nossa é julgada, como um programa de TV. Além disso hoje em dia a mídia ganha milhões em cima de perseguições e quebras de privacidade, filmando atores, músicos e personalidades famosas. Por um lado, não seríamos todos o Truman? E por outro, não seríamos todos espectadores de um imenso show de Truman? :D

    Um beijo,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari! ^^
      É exatamente o que você disse. Por ser um trabalho escolar, foquei mais no que era importante e esqueci de complementar, mas são tantos pensamentos que achei ótimo você ter dito, uma vez que não pensei em tudo isso. Somos todos Truman e espectadores desse show da vida, realmente. Pergunto-me como era o mundo antigamente, tipo, bem antigamente, lá em 1200; como as pessoas viviam e se era bom, porque transformar o mundo no que é hoje... olha, algumas coisas são bem inúteis. Perseguição e essas coisas, sabe? Paparazzi. Cansa, minha gente. Só que, por causa dessa tecnologia, muitas pessoas têm emprego. Fica meio difícil medir hahah
      Beijos.

      Excluir