[Livro] Destino ou Ilusão


Autor (a): Bárbara Conte
Editora: Baraúna
Categoria: Romance, Juvenil, Literatura Nacional

Após se encontrarem de forma curiosa, Cecília Helena e Pedro Antônio despertavam interesse mútuo. Enquanto o sentimento desconhecido ia crescendo, ela indagava se os diversos acontecimentos eram pistas do destino, ou coincidências da ilusão. A única certeza era de que se tratava de um ódio desejoso ou desejo odioso. E o que deixar falar mais alto? O DESEJO ou o ÓDIO? “Seus pensamentos sumiram, a ansiedade retrocedeu e uma quietude tomou conta de seu corpo e de seu coração. Ao mesmo tempo em que uma tristeza profunda e trêmula tomou conta de sua alma, sentiu como se tivesse aliviado toda uma imaginação da possível vida futura.” 

O livro “Destino ou Ilusão” conta a história de Cecília, uma garota que vive de amores. Ela é uma adolescente que estuda, sai com as amigas, fica com garotos, tem uma boa relação com a família e, pelo que pude perceber, ama comida chinesa. China in Box? Após o colegial, ela se muda para São Paulo a fim de fazer uma boa faculdade, já que morava no interior (em uma cidade fictícia, para deixar claro); lá ela faz uma grande amiga, Anelise, que fará parte de sua vida daí em diante, sabendo de todos os detalhes de suas crises amorosas e a ajudando cada vez mais. A questão é, aquela paixão que estava vivendo tomaria que rumo? Seria destino ou ilusão?


A Ceci é uma garota adorável. O que mais me agradou foi o fato da autora deixar o livro bem realista; a protagonista é tão verdadeira que eu imagino encontrá-la a qualquer momento, e, com o passar do tempo, pude perceber o amadurecimento não só da escrita, mas também das personagens.
Cecília sai bastante com suas amigas, o tempo todo; ela fica com vários garotos, e podemos perceber que, assim como na vida, alguns continuam fazendo parte de nossa história e outros mal aparecem. As amizades um dia se vão, tudo termina, e é necessário continuarmos, sempre em frente, sem olhar para trás e pensar o que poderia ter acontecido.
A história se passa em um espaço de tempo muito curto, como é dito no início do livro – na nota da autora -, e realmente nós conseguimos entender o motivo no fim. Sinceramente, no quesito escrita, a Bárbara Conte está de parabéns por saber o tempo que precisaria usar, afinal, detalhes a mais não fariam a menor diferença, apenas encheriam as páginas. Como dissera na resenha anterior, nos livros, nenhum detalhe é à toa.
Mesmo que os erros gramaticais na internet sejam comuns, algumas coisas me irritaram naquelas conversas de MSN entre a Ceci e o Pedro Antônio – que, afinal, é seu par romântico; isso não significa que o desenrolar seja totalmente em torno dos dois, embora sejam os principais. Sobre gramática, preciso dizer que usar mal ao invés de mau me deixou nervosa, entretanto, como também era uma conversa online, onde ninguém se importa, deixei passar. Ai, meu Deus! Só eu escrevo o mais correto possível na internet?! Se há algo de grave, a culpa pode ser, também, da editora. Vou explicar no P.S.
De qualquer forma, a pouca participação de Júlia, a irmã de Ceci, faz parecer que ela nem mesmo existe em sua vida. Sabe, eu não tenho irmãos, mas como podem não fazer parte da vida de alguém? Poxa... fiquei chateada com isso, apesar de nem importar, pois o assunto aqui é o amor, a paixão, o romance.
Apesar de tudo o que escrevi, muitas vírgulas estão perfeitamente posicionadas, o que me deixou feliz. Peguei-me suspirando várias vezes, mesmo que o tempo passe rapidamente. Normalmente nós, garotas, achamos que alguns garotos nem têm sentimentos por trás de toda aquela babaquice; engano nosso, e Pedro pode nos provar isso! A diferença é que eles não demonstram... 
Vale lembrar que a capa é maravilhosa. Essas cores que se misturam são lindas demais! A Editora Baraúna fez um bom trabalho.
De quaisquer formas, recomendo a leitura. É interessante, envolvente, intrigante e tão real que chega a ser cruel. Foi ótima!

P.S. A autora tem um ótimo gosto musical. <3
P.S.² Quando eu falo “blá blá blá, culpa de Editora” não é porque tal Editora é ruim, ok? Às vezes passa um errinho ou outro. No caso não há nada de tão errado, então... Só quero dizer que editoras também erram e não é o fim do mundo.

Música do Livro


Como não há booktrailer do livro, decidi colocar uma música que o marcou. Por exemplo, quando perguntam "Diga uma música que tem a cara de um livro", eu pensaria nesta. Espero que gostem!



Onde Comprar


Gostaria de agradecer à autora Bárbara Conte, parceira do Hey Karol, por enviar-me o livro e me fazer descobrir se era o destino ou a ilusão.

Karoline Melo

12 comentários:

  1. Fiquei super curiosa e intrigada para ler este livro pois gostei muito da sua resenha e por se tratar de autora nacional. Adoro livros que tem uma boa trilha sonora.. ♥
    beijos

    Dani
    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É absolutamente ótimo! No começo pode parecer diferente, mas você pega o ritmo bem rápido. Autores nacionais têm um ótimo gosto musical <3 Pelo menos os que conheço até então.
      Beijos.

      Excluir
  2. Fiquei super curiosa para ler o livro, sério mesmo! Adorei o post!
    Beijos,
    Luana Karla - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então leia! É ótimo, super recomendo.
      Fico felicíssima por ter gostado do post!
      Beijos.

      Excluir
  3. A música no final deu o tom certo para a sua resenha!
    Parabéns.
    Beijos

    http://diariosdeumafangirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de adequar as resenhas com um algo a mais.
      Muitíssimo obrigada. Fico feliz por ter gostado!
      Beijos.

      Excluir
  4. Oieee
    adorei a resenha e achei a escolha da música perfeitaaa
    Adoro lady Antebellum, todas as músicas são lindas
    Bjokas
    Isis
    minhaestantecolorida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Fico muitíssimo contente por ter gostado da resenha. A música é ótima, perfeita para o livro. Lady Antebellum é muito bom.
      Beijos.

      Excluir
  5. Não conhecia esse livro, mas a história parece mesmo muito boa e a música deu um toque a mais. ;)
    Quanto a erros gramaticais na internet e em conversas online, compartilho da mesma opinião que você, fico inquieta quando vejo tantos erros. Arrgh.
    Mas apesar de não estar na "vibe" de uma história assim no momento, eu leria esse livro sim em uma outra oportunidade. ;)

    Beeeijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecia, mas agora conhece, e é realmente bom. Ah, músicas dão um toque a mais em tudo!
      Exatamente, por que as pessoas não podem simplesmente escrever o português correto? Poxa, eu não sou obrigada a ler aqueles códigos estranhos.
      Ah, mas, quando puder, leia. É realmente bom :3 Acho que tirar um pouco - só um pouco - a mente da literatura fantástica é bom. Alivia.
      Beijos!

      Excluir
  6. Oie flor
    Parabéns pela resenha.
    Eu tenho esse livro e em breve vou ler.
    Sim, também não entendo esses erros gramaticais.
    Beijos

    Jéssica - Leitora Sempre
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, sweet!
      Muito obrigada.
      Desejo-lhe uma boa leitura, aproveite.
      Ah, realmente não sou só que que os odeio!
      Beijos.

      Excluir